segunda-feira, abril 10, 2006

Quarto Escuro

Os pássaros gigantes são a sombra do mundo e das danças das estórias. Pássaros de papel tingindo de ilusão um espaço redondo e macio. Voam comigo para dentro, para o interior do mundo. Notas soltas bem mais cruéis que o sonho entoam nos seus bicos. Debicam um papel infantil e antigo. Fica bem mais real esse quarto de papel aberto pelas asas amplas.
Penduro as formas no ar e no papel do quarto. As folhas tingem-se com a autonomia de um pensamento benevolente para com a intuição.
À noite acordava para voar com os pássaros pretos no centro do peito.

1 comentário:

ChrisWoznitza disse...

Hi ich bin Chriswab aus Bottrop !! Viele Grüsse !!